Meditação de 01 de Dezembro de 2017
Pastor Josemar S. A. Bonho

É tempo de Advento!

Cristo veio ao mundo há mais de dois mil anos atrás, vem hoje aos nossos corações e um dia virá nos céus em grande glória. É isto que a igreja cristã lembra no período de quatro semanas que antecedem o Natal. Este período é chamado de Advento, palavra que significa “vinda”, pois os cristãos aguardam com renovada esperança a segunda vinda de Cristo fazendo memória de sua primeira vinda em Belém.

Para representar essa alegre expectativa pela vinda de Cristo, muitas igrejas acendem uma vela da coroa de Advento a cada domingo que se aproxima do Natal. As velas acesas representam a vinda de Cristo como a luz do mundo (João 1.4-9). A origem da coroa de Advento é incerta. Mas certamente, a coroa redonda como nós a conhecemos hoje foi criada pelo pastor e assistente social Johann Hinrich Wichern (1808-1881), fundador de um lar de órfãos em Hamburgo, na Alemanha. Durante esta época do Advento as crianças do orfanato perguntavam todos os dias se já era Natal. Então em 1839, Wichern tive a ideia de colocar 24 velas ao redor de uma roda de carroça, sendo que quatro velas eram maiores. Todos os dias uma vela era acesa e as velas maiores eram acesas aos domingos, como uma forma de ajudar as crianças a do orfanato a vivenciarem o Advento e se prepararem para o Natal.

Quando esse costume entrou para as igrejas, a coroa ficou reduzida com as quatro grandes velas dos domingos e tornou-se um dos símbolos mais populares usado pelos cristãos durante o período do Advento. Ainda hoje, sempre que acendemos uma vela na coroa do Advento, lembramos que o Natal está chegando e que o Rei está voltando. Enquanto nos preparamos para comemorar o Natal (primeira vinda), vamos nos lembrar também de voltar os olhos para os céus e aguardar com alegre esperança o dia da restauração e cura desta criação que acontecerá com a segunda vinda de Cristo.