Meditação de 07 de Setembro de 2018
Pastor Josemar S. A. Bonho

Oração pela Pátria

“A justiça engrandece a nação, mas o pecado é uma vergonha para qualquer povo” (Provérbios 14.34).

 “Aprendam a fazer o bem! Busquem a justiça, acabem com a opressão. Lutem pelos direitos do órfão, defendam a causa da viúva”. (Isaías 1.17)

No dia 7 de setembro festejamos 196 anos da independência de nossa Pátria. Um Hino da Independência foi composto para a ocasião por Dom Pedro I, com letra do poeta Evaristo da Veiga. O refrão dessa canção patriótica diz: “Brava gente brasileira! Longe vá ... temor servil: Ou ficar a pátria livre, ou morrer pelo Brasil”.

Mas, somos realmente uma nação livre? Talvez tenhamos nos livrado politicamente de Portugal, mas ao olharmos nossa realidade política, social e econômica, percebemos que não temos soberania e liberdade diante de nossa dependência de políticas econômicas externas que geram exclusão social. Internamente, nosso povo sofre uma vergonhosa submissão a práticas desonestas e imorais em todas as esferas da sociedade.

Elevemos nossa prece ao Bom Salvador que pode nos salvar de pecados que escravizam a nação brasileira e de pecados que querem nos desviar da caminhada à Pátria Celeste:

***

Santíssimo e poderoso Deus, louvamos teu poder, tua glória, tua graça e teu amor. Tu és nosso único e verdadeiro Deus. Somos gratos a ti por tudo o que recebemos. Temos recebido bênçãos como saúde, paz, vestes e alimentos em abundância. Louvamos-te também porque, em tua bondade, sempre estás perto de nós.

E neste Dia da Pátria, reconhecemos tua generosidade para com ela. O Brasil é uma nação abençoada por ti. Podemos exercer nossa profissão e através do nosso trabalho e receber de ti o pão de cada dia. Obrigado, Senhor, por abençoares nossa Pátria. Nem sempre temos reconhecido tuas bênçãos por ela e nem sempre temos exercido nossa cidadania como um exemplo de fé cristã.

 

Pedimos, Senhor, que continues abençoando a nossa terra. Dá-nos sempre aquilo que precisamos para o sustento. Ajuda-nos a amparar os pobres, as pessoas viúvas e os órfãos e a alimentar o que tem fome. Livra-nos de catástrofes, inundações, secas, pestes e doenças. Dá-nos saúde e dias de paz. Liberta-nos de guerras e violências. Que as nossas autoridades governem com honestidade e justiça. Livra-nos de todas as formas de corrupção.

 

Ajuda-nos a valorizar as riquezas desta terra e a usufruir dos seus recursos naturais com sabedoria, como um bem comum da humanidade. Ajuda-nos a preservar a natureza, as fontes de água, os animais e as aves silvestres como obra da tua criação.

 

Acima de tudo, Senhor, agradecemos-te porque em nossa Pátria temos liberdade de pregar e ouvir a tua Palavra, e pedimos que nada impeça que ela continue sendo pregada, de modo que muitos venham a crer em ti, que as forças do mal sejam vencidas e tenhamos paz.

 

Por Jesus Cristo, nosso Senhor. Amém.